quinta-feira, 18 de junho de 2009

Está tudo errado, o mundo virou de cabeça para baixo e ninguém me avisou.


Pare ae mesmo e olhe ao seu redor, está tudo errado as pessoas não são mais as mesmas, as pessoas nunca foram elas mesmos.

O ser humano é uma caixa repleta de coisas boas e ruins, porém não sabem usá-las de modo correto, são nojentos, pisam uns nos outros, vivem em uma competição tentando um sempre ser o melhor, são egoístas, hipócritas, tentam roubar até o próprio ar que você respira.

Ontem eu conheci pessoas, depois convivi com amigos, hoje olho ao meu redor eu vejo todos como animais, carnívoros e cheios de fome, sei que estou trancafiada em uma jaula com um monte de leões, pessoas que não tem a mínima noção do que é o amor, do que é estar bem com o próximo e respeitar as diferenças e seus problemas, hoje vejo que estou presa em uma roda cheio de inimigos e não sei onde isso vai parar.

Sei que não sou perfeita, sei que tenho meus defeitos e erro constantemente, mas enxergo meus erros como a melhor forma de rever meus conceitos e então, aprender com os mesmos e não repeti-los. Mas sou julgada, sou apedrejada a cada falha, as pessoas não sabem olhar de forma correta para seu próprio umbigo e enxergar então seus erros, sabem apenas julgar uns os outros e criar intriga, a cada passo que eu dou, tenho que ir bem devagar e ter a certeza que não é nenhuma armadilha para eu pisar e me afundar, pois eu vivo me limitando para evitar mais decepções, mas isso não adianta muito, cada vez que fujo mais disso, parece que atraio mais. As pessoas precisam aprender a se respeitar para a partir de então, poder cobrar algo, pois elas não tem o menor respeito nem com si própria, tampouco com o próximo, algo que leva a um inferno o dia a dia da sociedade.

Hoje eu sei que uma das pessoas que eu mais amo, esteve aqui antes de vim escrever este texto, me viu isolada com lágrimas escorrendo uma atrás de outra em meus olhos, e estendeu a mão para mim, não negou um abraço, mas todos querem me ver longe dela, pois sabem que ela, ainda mais no momento, é como um alicerce para mim e sabem que estarei completamente derrotada e no fim desse buraco maldito que eu sempre fujo mas quando olho já estou lá dentro novamente se perde-la, e é por isso mesmo que sou julgada, sou culpada por coisas que nem cogitei, fofocas rolam ao meu respeito, e tudo não passa de pessoas mascaradas que se passam por boas, mas que um dia, eu acredito somente no tempo, que ele vai retirar as máscaras de cada uma delas e assim mostrar a verdadeira face morta de cada um deles, um por um em seu tempo ideal.

Não peço que todos me amem que todos sejam meus amigos, e que eu nunca seja derrotada, derrotas fazem parte da vida, e com elas nós caímos e ao levantar, com forças podemos levantar melhores e com mais seguranças a se prender naquilo que te faz bem. Eu só peço o mínimo, eu só peço respeito, eu suplico por pessoas melhores no mundo, por pessoas que um dia consigam realmente enxergar com os mesmos olhos de uma criança inocente o que é o amor e o que é respeitar uns aos outros, sem tanta inveja, sem tanta ganância, sem tanta busca do mal para os outros, e eu ainda acredito que isso é realmente possível, mas enquanto isso, enquanto nenhuma palha se move, permaneço aqui, na minha solidão, o único lugar onde não tem ninguém metendo o nariz tentando me destruir, eu, minha dor e o que me resta de esperança.

Nenhum comentário:

Postar um comentário